OS CUIDADOS DA FAMÍLIA NA EDUCAÇÃO DIGITAL

Super User

Hoje em dia a quantidade de informação com que somos incessantemente bombardeados desde a hora em que acordamos atingiu níveis os quais nunca supomos atingir. Num mundo cada vez mais conectado e on line, dependemos da internet para praticamente tudo na vida. As crianças de hoje estão cada vez mais cedo e cada vez mais tempo ligadas à essa rede de informações contínua e barata, mas em termos de qualidade ainda fica um tanto duvidosa.

Mas o que a instituição de ensino pode fazer além de prestar atenção na qualificação dos professores e dar condições técnicas suficientes? Não se engane, pois mais do que nunca, em nenhum momento a base de tudo não vai deixar de iniciar no grande pilar chamado família. Isso mesmo, não adianta cobrar empenho e ponderação no uso da tecnologia se o principal exemplo não sair de casa, dos pais e/ou irmãos. Com o bombardeamento de informações, o jovem vai procurar pelos valores cultivados em família. Estando as crianças e jovens de hoje com seus receptores abertos e em estado de conexão permanente, os instrutores devem trabalhar no sentido de orientar seus alunos quanto aos prós e contras desta nova forma de comunicação. Então a melhor saída é que os professores e pais devem se entender.

O grande desafio é garantir a qualidade e eficiênica do acesso, fazer com que a experiência seja realmente útil para as necessidades do aprendizado e ajude o aluno a entender o valor do que é ensinado. Toda essa inovação floresceu nos educadores uma necessidade urgente de se readequar ao processo de ensino-aprendizagem e de entender como elas podem ajudar as novas gerações a desenvolverem habilidades úties e aplicáveis ao dia-a-dia de sua vida.

Falando em tecnologia na sala de aula 

A época da decoreba acabou. Hoje, é necessário saber, e mais, entender para que, por que e como aplicar o conhecimento que lhes é passado. Dispositivos como computadores, smartphones, aplicativos, softwares, etc. utilizados no ensino permitem novas formas de aprendizado, possibilitando a criação de ambientes de aprendizagem em que os alunos possam pesquisar, fazer antecipações e simulações, confirmar ideias, experiências, criar soluções e construir novas formas de processamento e capacidade de raciocínio.
A responsabilidade da escola deve ser a de ensinar o jovem a se apropriar das novas linguagens, os tornando aptos para a iteração coletiva na rede. Esse respaldo da escola aliado a participação contínua da família, estimula e propicia aos alunos uma visão ampla e objetiva sobre a importância do uso adequado dessas ferramentas, proporcionando artifícios para que sejam capazes de filtrar as informações de qualidade, processar e produzir conteúdos, conseguindo articulá-los de forma reflexiva. É importante, no entanto, que haja não apenas uma revolução tecnológica nas instituições de ensino, mas também na capacitação docente, pois a tecnologia ainda é um bicho de sete cabeças para alguns educadores de base.

Meu Site Free style="text-align: justify;"> www.meusitefree.com.br

 

 

e-max.it: your social media marketing partner

Leave your comments

Post comment as a guest

0
terms and condition.

Comments